Brasil, Política

Após atos de 7 de setembro, reprovação a Bolsonaro bate recorde, aponta Datafolha

SÃO PAULO — A reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro bateu recorde, de acordo com pesquisa do Datafolha divulgada nesta quinta-feira. O índice dos que consideram a gestão ruim ou péssima chegou a 53%, o maior desde o início do mandato.  O número foi alcançado após os episódios do 7 de setembro, em que Bolsonaro fez ameaças ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), e depois recuou.

Em julho, a reprovação ao presidente era de 51%, o que indica que o movimento agora ocorreu dentro da margem de erro da pesquisa. Mas se for analisado o índice desde dezembro, a curva é de elevação. No final do ano passado, 32% consideravam o presidente ruim ou péssimo, o que significa um aumento 21 pontos percentuais.

Foto capa:
Jair Bolsonaro Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo
Extraído de O Globo

Deixe uma resposta